Sistemas de gestão de frotas

Vocês sabiam que Problemas da Gestão de Frota estão entre os pontos mais sensíveis para aqueles que operam um sistema logístico ou de transporte?

Hoje neste blog, nós vamos te falar O que é um sistema de gestão de frotas, as necessidades básicas de um sistema e ainda quais critérios são importantes considerar para a escolher um adequado para sua empresa.

O que é um Sistema de gestão de frotas? Um sistema e gestão de frotas é uma ferramenta a qual centralizamos informações e soluções sobre as rotas, os veículos, os condutores e as despesas envolvidas na logística da sua empresa. Quando falamos em frotas de veículos e sua logística envolvida, estamos nos referindo a operações que envolvem uma série de pessoas diferentes espalhadas em locais distintos. Enquanto o gestor de uma frota pode trabalhar estático, de um local administrativo, os condutores se deslocam dentro de uma cidade ou até mesmo para fora do Estado, transportando diferentes tipos de carga. Quanto maior a frota, maior é a responsabilidade do encarregado pela gestão, que precisa ter como acessar cada um dos condutores com tranquilidade e rapidez, além de saber quais são as cargas que eles estão transportando e para onde.

Quais são as necessidades básicas de um sistema?

É extremamente importante que esse sistema seja o mais completo possível, para evitar a necessidade de outras ferramentas, fazer uso de muitas ferramentas simultâneas pode comprometer a agilidade e confiabilidade dos processos. Fora que o uso de muitas ferramentas custa mais dinheiro, tendo em vista que você precisar pagar pela licença, treinamento dos funcionários e suas respectivas manutenções, além da perda de tempo que quando se trata de logística Tempo = Dinheiro.


Quais critérios são importantes para a escolha de um sistema eficiente? Facilidade de uso: Um sistema fácil de se utilizar significa que tanto você que já possui o treinamento quanto qualquer outra pessoa pode facilmente dar os primeiros passos de uso após uma pequena introdução formal, justamente para facilitar a masterização do sistema. Vale ressaltar que não é interessante adquirir um sistema e começar a usá-lo sem o suporte inicial da fornecedora, porém não é interessante que um gestor e seu time sejam totalmente dependentes do auxílio técnico para utiliza-la. O sistema deve apresentar poucas barreiras que dificultem o uso dela, e com isso entramos em outro critério, Interface enxuta e intuitiva. Interface enxuta e intuitiva: Nem sempre o excesso de informação pode ser benéfico nesse caso específico, portanto a interface deve conter apenas informações relevantes para o presente momento do uso e as demais informações devem ser facilmente encontradas quando necessárias, com isso evitamos confusões desnecessárias, facilitando o aprendizado por parte dos funcionários.

Além disso a interface deve possuir duas características que são essenciais: Simplicidade e Funcionalidade. Simples: a interface deve se simples aponto de ter um fácil entendimento, possuir termos que sejam inconfundíveis para todos, bem como as suas funções e de cada aba ou ambiente, além disso ela tem que ser simples a ponto de as pessoas e responsáveis pela alimentação não se sintam desestimulados a preenche-la, se a dificuldade para esse processo for alta e possuir muita burocracia, as informações importantes podem ser registradas com atraso e de forma incorreta, afetando todo o processo.

Funcional: Por fim a interface precisa ser altamente funcional, ou seja, ser pratica e totalmente eficaz, portanto, ela não deve apresentar um sistema que trave, as informações registradas ou recebidas sejam salvas de forma automática, seja fácil de fazer um backup de informações importantes, sistema deve possuir acesso de vários tipos de dispositivo, como computadores e celulares e etc. Adaptabilidade e Integrabilidade: Por fim, mas não menos importe, a ferramenta escolhida deve se adaptar a toda rotina de sua empresa de forma prática e ágil e também deve atender a todas às necessidades de sua empresa, possuindo todas as funcionalidades necessárias para execução de seus serviços evitando a necessidade de uso de outros tipos de técnicas ou sistemas. A respeito da integrabilidade, você deve adquirir um sistema que seja capaz de se conectar e comunicar aos outros sistemas que a empresa já utiliza, como já foi comentado anteriormente, o uso de muitas ferramentas pode trazer diversos prejuízos, porém entendemos que uma empresa não depende apenas de seu sistema de gestão, há vários sistemas operacionais que auxiliam no funcionamento da organização. Nesse contexto, o seu sistema de gestão deve dialogar com os outros sistemas facilmente.

Eae, aprendeu tudo sobre sistemas de gestão de frotas?

Agora que você sabe o que é, e quais sãos os critérios mais relevantes de um sistema desse tipo, venho te apresentar o sistema de gestão da DiamondBigger: Supplyfy Tracker, nosso sistema possui todas as características apresentadas e MUITO MAIS, quer saber mais sobre nosso sistema e de como ele pode te ajudar, entre em contato com nossos especialistas.



18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo